O que é arte sacra? Conheça tudo sobre o assunto

A arte sacra surgiu com o objetivo de conectar a arte com a devoção e a religiosidade. O objetivo é fazer com que as obras artísticas sejam propulsoras de experiências divinas e impressionantes.

Ao olhar para uma escultura, pintura ou arquitetura que contém a arte sacra, rapidamente podemos experienciar a graça e magnitude expressa em forma de imagens e cores. Para entender quão inspirador pode ser o universo da arte católica, acompanhe esse post e saiba o que é arte sacra, a sua origem e muito mais.

A Igreja Católica foi uma das responsáveis pela disseminação da arte por todo o mundo, grandes obras como a Santa Ceia, foram produzidas por artistas de renome mundial. Desde os primórdios dos tempos a Igreja define se as obras estão ou não de acordo com a fé, o Concílio de Trento, emitiu um decreto que evidencia e atesta a representação das imagens de Cristo e da Virgem Maria.

Isso quer dizer que, as imagens de Nossa Senhora e suas aparições são consideradas artes sacras que representam não só a simbologia como a verdade de um tempo vivido e presenciado.

Da mesma forma acontece com as imagens de Jesus Cristo Crucificado, algumas imagens como o Cristo crucificado com os braços para o alto foram recusadas pela Santa Igreja, por tanto, não são consideradas artes sacras e tampouco expressam a verdadeira fé católica.

A arte sacra deve servir ao culto com dignidade e beleza, podendo se ajustar ao tempo moderno e às diferentes regiões, tal tesouro artístico vem sendo cultivado com primazia. O grande cuidado é manter a arte sacra à serviço da devoção e dos fiéis, sem deixar com que ela se torne motivo de dúvida e negação da fé

A história da arte sacra católica

No Sacrosanctum Concilium está escrito: A arte sacra tem a tarefa de servir com a beleza à sagrada liturgia. No Sacrosanctum Concilium está escrito: “A Igreja nunca considerou um estilo como próprio seu, mas aceitou os estilos de todas as épocas, segundo a índole e condição dos povos e as exigências dos vários ritos, criando deste modo no decorrer dos séculos um tesouro artístico que deve ser conservado cuidadosamente” (n. 123).

Isso quer dizer que para ser sacra a arte não precisa estar atrelada a um estilo específico como o barroco ou o neoclássico, no entanto, isso não significa que toda expressão de arte deva ser considerada sacra. A Igreja é cuidadosa e criteriosa em suas afirmações, por isso, ela é que determina quais artes estão ou não de acordo com as orientações da tradição.

A autêntica arte sacra preza pela beleza real e profunda e não deve conter artefatos que ofendem o sentido religioso, isso significa que tanto o realismo excessivo quanto o simbolismo exagerado devem ser evitados.

Arte sacra mostrando o momento em que Jesus foi pragado na cruz ao de outros dois

O hiper-realismo faz com que nenhuma arte seja aceita, uma vez que alguns detalhes escapam bem como simbologias exageradas, tornam a arte totalmente distante do que consta a Verdade. O Papa João Paulo II, na Carta aos Artistas deixou uma grande e valiosa mensagem sugerindo que a arte sacra deve traduzir o divino para o mundo, dando forma à matéria e expressando de maneira universal a tradição e a fé.

Um grande exemplo da arte sacra é a Via Sacra, presente em praticamente todas as Igrejas Católicas, das mais grandiosas até as capelas mais simples, a via sacra pode ser implementada em formato de pinturas, quadros, esculturas, cerâmicas e muitos outros formatos. Anualmente na época da Páscoa, a Via Sacra é revivida com grande afinco, os devotos passam em frente a cada imagem, juntas elas refazem todo o percurso de Jesus a caminho da crucificação.

Arte sacra e arte religiosa: entenda a diferença

A arte sacra e a arte religiosa são duas formas de artes bem diferentes. A arte sacra é feita para a religião, voltada para servir a liturgia, o culto e a conexão do homem com Deus. Esse estilo de arte conduz o fiel a exercer a sua fé, por tanto, ela sugere a prática e exercício da religião e espiritualidade.

A arte religiosa, portanto, reflete a vida religiosa do artista, apesar da sua manifestação de arte expressar os valores honrosos de amor, fé e adoração a Deus elas não são convidativas. Está mais atrelada à expressão da devoção interior do artista.

5 obras sacras para você se inspirar

Esse modelo de arte é tão valioso, que alguns ícones possuem histórias milenares. É o caso do quadro de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, alguns relatos sugerem que essa representação da Mãe de Deus foi criada por São Lucas, essa pintura estava na Ilha de Creta, em 1496 e foi roubada e levada para Roma por um homem que precisava de dinheiro, ao chegar à beira de sua morte, tal homem se arrependeu e pediu para um amigo devolver a imagem.

A família não atendeu ao pedido do homem, mas foi nesse momento que Nossa Senhora interveio, algumas aparições foram feitas solicitando que a sua imagem retornasse para uma Igreja. Desde então, fiéis do mundo inteiro visitam a Imagem e recebem milagres, curas e unções.

Agora que você conhece o que é a arte sacra, a sua origem e toda a riqueza que ela representa, separamos uma lista com algumas artes para você se inspirar:

  • Capela Sistina;

Interior da capela sistina demonstrando as artes sacras em toda a sua extensão superior

  • Pietà, de Michelangelo;

Estátua Pietá de Michelangelo

  • A Última Ceia, de Leonardo da Vinci;

Arte sacra de Leonardo da Vinci que mostra a última ceia de Jesus Cristo com os 12 apóstolos

  • Cristo Crucificado, de Diego Velázquez;

Arte sacra da parte superior de Jesus Cristo pregado na Cruz e fundo preto

  • As Lágrimas de São Pedro, de El Greco;

Arte sacra de São Pedro com semblante triste olhando para cima com as mãos em posição de oração

A Capela Sistina é uma das expressões mais fortes de arte sacra, um teto enorme pintado com representações significativas, como “O Batismo de Jesus”, por Pinturicchio, “Tentação de Cristo e a Purificação do Leproso, Botticelli”, “Vocação dos Apóstolos”, Ghirlandaio, “A Entrega das Chaves a São Pedro”, Perugino e muitas outras profundas obras.

Ao adentrar é quase impossível conter a emoção, essa obra é um tesouro grandioso da Santa Sé.

Como levar a arte sacra para o grupo de oração?

Provavelmente, a paróquia que você frequenta está dotada de arte sacra, a Via Sacra, a Cruz, imagens de Nossa Senhora e outras pinturas compõem a Igreja com graciosidade, Verdade e devoção. No entanto, você pode levar a arte sacra para ainda mais perto!

Muitos grupos encontram dificuldades constantes em escolher uma temática para o retiro e para as camisetas. A camiseta personalizada em grupos paroquiais são fundamentais, pois elas servem como expressão, identificam a existência do grupo e ainda servem à conversão.

Sendo assim, a Sabatini preparou algumas camisetas com imagens de santos, as opções são diversas. Estampas com santos, anjos e títulos de Nossa Senhora, tudo isso para que você possa encontrar na arte a personalidade do grupo e dizer em imagens o que ele representa.

Banner com modelos de camisetas da Sabatini com estampas personalizadas de santos e de Nossa Senhora

A arte sacra é uma fonte exímia de inspiração para você criar camisetas personalizadas, leia todo esse post com o seu grupo, aprofunde-se na grandeza e magnitude da arte sacra e recolha as melhores referências para uma estampa padronizada e repleta de significados. Assim como a arte sacra, as camisetas são mais do que meros objetos, elas servem como meio de conexão e conversão entre o grupo e a sociedade.

Esperamos que tenham gostado desse post sobre arte sacra, acompanhe-nos para receber conteúdos especiais sobre a vida católica e meios para viver e expressar a sua fé.

Compartilhe conosco as imagens sacras da sua paróquia, envie-nos um comentário!

Até a próxima.

One thought on “O que é arte sacra? Conheça tudo sobre o assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *