Ministro da Eucaristia: conheça mais sobre sua atuação

Cálice ao de pães e uva em cima de uma mesa

Todo ministro da eucaristia atende a um chamado; primeiro o do Espírito Santo, depois do pároco e de toda a sua comunidade. Servir com amor e humildade, especialmente aos mais necessitados, é uma atuação muito nobre, e cada dia mais os ministros desempenham um papel precioso e admirável em seu meio.

Quer entender como o Ministro da Eucaristia atua? Fique conosco! Quem sabe você não acaba por descobrir essa vocação dentro de você!

O que é o Ministro da Eucaristia?

O Ministro da Eucaristia é um membro da comunidade que atua no auxílio de atividades das paróquia, mas especialmente durante a Comunhão.

A expressão adequada é Ministro Extraordinário da Sagrada Comunhão. “Extraordinário” porque quem atua de forma ordinária na distribuição da Comunhão é o Padre e o Bispo. O Ministro auxilia os dois nesta atividade. Por isso, muitas vezes sua atuação possui um período de tempo definido.

Ministro da Eucaristia segurando um cálice dourado

O auxílio do Ministro da Eucaristia na distribuição da Comunhão não se resume apenas ao ambiente interno da Igreja, pelo contrário: em muitas das vezes o Ministro atua especialmente levando a comunhão consagrada para fiéis que, por algum motivo excepcional, de saúde ou idade, não podem comparecer à Igreja.

Com isso, o Ministro da Eucaristia se torna uma pessoa ativa dentro da comunidade, conhecendo seus membros mais necessitados e podendo levar a Santa Eucaristia, uma palavra amiga, orações e manter sempre um elo da pessoa com sua comunidade.

Dentro da Igreja, os Ministros da Eucaristia também atuam preparando o sacrário, recebendo os fiéis, entregando boletins e fazendo uma contagem prévia para preparar o sacramento da Comunhão, de forma que nenhuma óstia sacramentada falte ou seja desperdiçada

Como se tornar Ministro da Eucaristia

Para ser Ministro da Eucaristia, você deve responder a um chamado de sua comunidade. É o pároco quem faz a convocação de seus ministros, guiado por critérios nobres, como sua devoção à Igreja e sua comunidade, sua boa conduta, seu conhecimento doutrinário, sua capacidade de se comunicar com todos os membros, se é uma pessoa benquista, se segue com firmeza e propósito os princípios da Santa Igreja.

Padre fazendo a investidura dos ministros da eucaristia

Além disso, para se tornar um Ministro é essencial já ter recebido os três sacramentos – do batismo, da crisma e da primeira comunhão –, estar casado(a) pela Igreja, levar uma união que siga os preceitos da Igreja e ter o apoio da família.

O código do Ministro de Eucaristia

Para ser consagrado Ministro da Eucaristia, a pessoa escolhida precisa passar por um período de preparo e instrumentalização para sua atuação, fazendo importantes leituras, se preparando para conhecer o convívio de sua paróquia e agir de maneira ativa.

Ministro da Eucaristia entregando a hóstia com uma taça na mão

Todo Ministro deve ter e manter uma conduta idônea, ter a cultura e a doutrina católica, sendo capaz de se comunicar com todos os membros de sua comunidade. Durante sua atuação, o Ministro traja sempre um terno na cor creme, calça ou saia sociais na cor preta e sapatos sociais pretos.

É importante que o Ministro disponha de mobilidade para promover suas visitas, e que tenha um bom canal de comunicação junto às famílias, que seja transparente com o pároco e seja confidente com todas as pessoas que necessitam de auxílio.

É importante que o Ministro conheça bem todos os ritos da Liturgia católica, e tenha boa disposição para participar e, mais do que isso, ser uma pessoa que anima a sua comunidade com mansidão e abertura para o diálogo.

A missão do Ministro da Eucaristia é algo muito nobre, um leigo que se torna um servidor e emissário da palavra de Cristo e que arrebanha todos os membros para o seio da Igreja, para que se sintam sempre acolhidos, não importa onde estejam.

Ministro da Eucaristia em formação na Igreja

Para desempenhar esta tarefa, é muito importante que jamais perca a sua humildade junto da comunidade e siga firme na sua missão de servir, se tornando cada dia mais nobre e disposto a oferecer seu amor e sua boa vontade sempre que requisitado.

Como emissário nesta jornada, é de boa vontade que o Ministro leve sempre a palavra e o nome de sua comunidade, falando, convidando com amor e utilizando camisetas customizadas de Ministro da Eucaristia para mostrar sua devoção e atuação assertiva.

Aqui na Sabatini você encontra, além das melhores e mais diversas camisetas, publicações especiais sobre vida católica para viver a sua fé. Explore nosso espaço e compartilhe com a sua paróquia!

15 thoughts on “Ministro da Eucaristia: conheça mais sobre sua atuação

  1. Tive uma experiência péssima esses dias, com um dos Ministros Extraordinário da Eucaristia da minha Paróquia. Fui até a igreja visitar Jesus no sacrário, e logo que cheguei, fui em direção à escada que leva ao sacrário e esse ministro me viu e deu um grito que eu não poderia subir lá. Que não estava permitido por conta da pandemia. Porém, a sala estava aberta e eu entedi, que poderia ir até lá. Ele na maior grosseria e ignorância. Voltei pra casa praticamente chorando.
    E o bispo da nossa arquidiocese jà permitiu que as igrejas estejem abertas, porém, nosso padre Pároco não permite ainda que o sacrario fique aberto. Fico pensando, será que essas pessoas realmente acreditam que Jesus está vivo na Eucaristia ou só fazem preceitos durante as celebrações.. Uma pessoa que serve diretamente o próprio Jesus, sabe sua importância na vida das pessoas e age como o próprio Jesus.♡♥ Precisamos de ministros que amem verdadeiramente Jesus e façam de tudo para nos levar até Ele.

  2. Desde a minha primeira comunhão, já tinha vocação para ser freira, mas meus pais irmãos naquela época me pediram, confesso que chorei muito, como passar do tempo me casei teve filhos meu marido me abandonou com as crianças mas nunca abandonei Jesus que ele está vivo dentro de mim sempre , sempre visito os conventos das freiras das irmãs Cáritas de minha cidade. Meus filhos todos são casados e hoje eu moro na minha casa com Jesus vou sempre a Santa missa. Meu grande desejo é ser ministro da eucaristia. Sou uma pessoa humilde cuidadora de doentes da minha comunidade ,, e família. Quero continuar fazer a obra do senhor enquanto estiver vida que o senhor me conserve com vida e saúde para levar a sua palavra ao faminto necessitado . Quero muito me dedicar para ser uma ministra da eucaristia. Que Jesus me dê essa graça amém.

  3. Mesmo escolhido para servir como Ministro da Eucaristia e não ser casado é possível sê-lo, assim mesmo? Com a possibilidade de se regularizar perante o casamento na igreja e perante a comunidade?

  4. Sou ministro da eucaristia,. E faço meu trabalho com amor e carinho,. Por outro lado fico realmente triste com algumas coisas que acontece no meio de nós,… Entendo que as coisas são simples são as pessoas que talvez sem querer complica, o que dizer???

  5. Fico triste de ver tantas ministro achar que tem um cargo na igreja, uns são grossos, tratas os membros com arrogância,
    Converso que eu não me comungo com os ministros da minha igreja, só recebo jesus Eucarístico pelas mãos do sacerdócio

    1. Bom dia A Paz do Senhor esteja com vc. Eu concordo com o que você escreveu. Os Padres deveriam acompanhar de mais perto os serviços dos Ministros principalmente os mais antigos que se acham donos da Igreja e muitas vezes maltratam os novos Ministros que aceitam os convites por Amor a Jesus e depois se decepcionam com a convivência com alguns que se acham. Tive algumas decepções como me sentir um zero à esquerda dentro da minha própria Igreja, tipo pouco caso, não tive acolhimento, alguns demonstrando raiva pela minha pessoa tipo não responder os cumprimentos que eu dirigia a eles e até virarem os rostos para não responder. Fico triste por eles não seguir o que Jesus pede Amar o seu próximo. Servi 01 ano e não renovei os votos. Servir a Deus tem que ser com Fe, Verdade, Amor e ter um coração Manso🙏🙌

    2. Olá Núbia

      Jesus é o mesmo nas mãos do sacerdote ou nas mãos dos ministros extraordinários da comunhão Eucarística,
      Quando deixamos de recebe lo por causa das misérias dos homens, estamos negando Ele.
      Mesmo que você se sinta angustiada , insatisfeita com alguma pessoa, lembre se Jesus te espera naquelas mãos.
      Eu sou o que sou diz o Senhor!

  6. Sou ministra extraordinária há quatro anos. Tive a graça de ser chamada através de um sonho. Recorri ao pároco da comunidade que frequento e me encaminhou para a preparação. Antes desse sonho não me sentia preparada para exercê-lo. Mas já fazia parte da igreja como catequista de criança e adulto, preparação para crisma, trabalhei na catequese do batismo, eu e meu falecido marido éramos responsável pelo curso de noivos por quatro anos e também era leitora da palavra ou comentarista uns dez anos. Hoje dedico um tempo maior a igreja. Me sinto muito bem. O que faço é pra Deus. Como sou professora aposentada procuro ser uma boa ouvinte mediante a certas situações que deparamos no ambiente religioso. Sou muito grata a Deus.

  7. Eu recebi o convite do padre da a nossa paróquia onde moramos eu e meu marido estamos pedindo a Deus que nos ajude a perseverar nessa missão que Deus nos convidou com muitas orações para que sejamos dignos de servi.

  8. Inácia Patrício de Sousa Alves. 22 / 10 / 2021
    Sou ministra extraordinária da Sagrada Comunhão.
    sou muito Feliz, amo meus irmãos de caminhada, tenho 78 anos gosto de costurar fazendo alfaias para Igreja. fiz um véu de ombro, e agora estou fazendo outro, as toalhas da minha paroquia foram confeccionada por mim, tenho muito carinho e dedicação pelas coisas que faço pra Igreja, fui coordenadora do Apostolado da Oração por seis anos, graças a Deus me sinto realizada gosto de ajudar na Igreja no que posso, sou feliz e dou muitas graças a Deus por tudo. agradeço a Deus todos os dia pela minha idade e pelo pessoa que sou …

  9. Bom vai pela cada diocese , tem elas que só permitem acima de 25 ano e tem elas apartir de 21 anos e então peço que procure seu pároco para saber qual idade é .

  10. Sou católica e amo minha Igreja. Fui convidada a fazer o curso de Liturgia e foi muito bom para o meu crescimento espiritual. Nesse curso fui convidada a fazer parte da Liturgia, só houve um problema que não concordei com a escala inicial. Bom, resumindo não aceitei. Acreditam que algumas pessoas (Ministro, Liturgas) ficaram de cara fechada prá mim? Pois é, acho que ficaram minhas inimigas. Como poderei aceitar participar da Igreja se dentro, muito dentro tem pessoas assim? Queria que alguém me respondesse.

  11. Oi Albertina tudo bem, meu nome é Célia Regina !
    Então , tem mais de 5 anos que eu e meu esposo fomos instituidos Ministros Extraodinários da Eucaristia e recebemos uma convocação do nosso Pároco, e também somos bem participativos além de ministros também somos gratos por ajudar na liturgia, Pastoral de Noivos, quando tem ECC
    ( Encontro de Casais Com Cristo ) , já fomos coordenadores da Pastoral Familiar em nossa paróquia e hoje somos vice do mesmo, e também aceitamos o convite para sermos Casal Setorial para ajudar 9 paróquias , além da nossa , participamos também do Conselho Diocesano juntamente com nosso Bispo , mas lembrando que primeiro precisamos cuidar da nossa primeira Igreja doméstica a família e fazemos tudo isso com muito amor , carinho e dedicação. Fico bastante triste com o comportamento de alguns ministros, por que quando recebemos um convite ou uma convocação , tem todo o preparo, uma formação de como servir, respeitar o irmão e o zêlo com os objetos liitúrgicos e sua postura perante ao seu irmâo dentro e fora da Igreja, mas fala com seu pároco sobre o que é preciso para você se dedicar ao servir o Senhor como Ministra e boa sorte, Deus abençoe você e família, bjs bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *