Cerco de Jericó: conheça a oração e aprenda a rezá-la!

O Cerco de Jericó surgiu com o líder de Israel e sucessor do profeta Moisés, Josué. Josué convocou todo o povo hebreu que acreditava em Deus para realizar uma prece durante uma semana, ou seja, sete dias e sete noites, ao redor das muralhas de Jericó para que elas caíssem.

Assim, a oração se consolidou e é incrivelmente poderosa, geralmente realizada para ajudar diversos aspectos da vida, fortalecendo e abençoando suas escolhas e derrubando todas as muralhas que as dúvidas, incertezas e que o “mundo” coloca para nos impedir de conseguir a graça.

Mas você sabe como rezá-la? Se é um praticante do cristianismo e tem fé que Deus pode acabar com todos os obstáculos que te cercam e te ajudar a alcançar seus objetivos, deve aprendê-la!

Hoje, a Sabatini está aqui para ensinar todos os fiéis a fazer essa prece. Acompanhe a leitura!

Cerco de Jericó: devoção e promessa

A origem do cerco surgiu com a obediência de Josué para com Deus, que pediu para que o povo orasse durante 7 dias e noites em volta das muralhas da cidade de Jericó. Em Josué, capítulo 6, versículo 2 ao 5, Deus diz:

“Entrego a você a cidade de Jericó, o seu rei e os seus homens de guerra. Marchem em volta da cidade uma vez por dia, durante seis dias. A frente da Arca da Aliança, irão sete sacerdotes levando uma corneta de chifre de carneiro. No sétimo dia, marchem sete vezes em volta da cidade, e os sacerdotes tocarão as cornetas. Quando eles derem um toque longo, todo o povo gritará bem alto, e então a muralha da cidade cairá […].”

E assim Josué fez, com a Arca da Aliança entre eles, que é um sinal de que o Pai sempre está com o povo. A fé na promessa divina era inabalável, assim, tudo como Deus disse foi feito e as muralhas caíram e o povo israelista adentrou Jericó.

Isso é mais uma confirmação de que o Criador é maravilhoso e sempre cumpre o que promete, trazendo vitória aos seus fiéis que realmente acreditam e que seguem o propósito dado por Ele.

Desde então, a oração foi consolidada entre as práticas católicas, tornando-se uma prece de extrema valia para fazer com que todos os muros que cercam a nossa vida desabem aos nossos pés para que alcancemos o que foi prometido pelo Pai e o que nos é almejado, conforme a vontade d’Ele.

Oração do Cerco de Jericó: como se instaurou e na atualidade

Pouco se sabe da origem dessa oração, os registros são poucos, porém, o que diz a Renovação Carismática Católica Brasil é que ela teve origem na Polônia, quando João Paulo II, o Papa, deveria visitá-la para o nonagésimo primeiro aniversário do santo Estanislau.

Maria Santíssima, então, apareceu para um fiel dizendo que, para a peregrinação do Papa, deveria ser feita uma preparação. Essa deveria ser organizada como uma semana de rosários diante do Santíssimo Sacramento em maio de 1979 no Santuário Mariano de Jasna Gora.

Entretanto, o governo proibiu a entrada do Santo Padre, o que gerou uma enorme consternação no povo e uma chuva de orações do rosário para que essas “muralhas” fossem derrubadas.

No exato dia do término da corrente de orações, a vitória foi garantida, o governo aprovou a entrada do Papa e a população comemorou.

Desde então, ela se instaurou e continua sendo praticada diante do Santíssimo Sacramento para que Deus derrube tudo o que afasta os fiéis de uma vida de mais santidade e com as bênçãos do Pai. Ela é uma prece fervorosa para fazer com que todas as muralhas da nossa vida caiam por terra.

Rezando a oração do cerco: saiba como fazer

Para realizar a prece, é essencial dedicação e fé para que, por meio delas, o que é pedido para Deus seja alcançado conforme as vontades d’Ele. Ela deve ser, assim como sua origem, realizada por 7 dias consecutivos.

Credo

O cerco deve começar com a oração do credo, afirmando a fé em Jesus Cristo como nosso único e santo Salvador e exaltando a sua vitória sobre a morte. Além disso, é uma maneira de professar a convicção na Igreja. Assim, comece: Creio em Deus Pai Todo Poderoso…

Orando ao Espírito Santo

Após o credo, é essencial renovar a fé ao Espírito Santo, pedindo para ser preenchido por toda essa graça. Comece, então: Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis…

1ª Leitura

Após ambas as orações, seguindo a carta de São Paulo aos Efésios, no capítulo 6, os versículos do 10 ao 20 devem ser lidos. O trecho traz uma prece para que sejamos fortalecidos contra as forças do mal, para que Deus nos proteja com sua armadura.

2ª Leitura

Seguindo, agora, na segunda leitura, o trecho é da carta de São Paulo aos Coríntios, capítulo 10, versículos do 3 ao 7, onde se reafirma que tudo e qualquer coisa que se levantar contra Deus será vencido.

3ª Leitura

A terceira leitura é pela proclamação do Salmo 90. A palavra do Salmo, em linhas gerais, diz que estamos sobre a proteção do Altíssimo, Deus é nosso refúgio e que nada nos atingirá porque estamos com Ele e cremos.

4ª Leitura

Na sequência, é lido os versículos do 46 ao 55 do livro de Lucas, capítulo 1. O trecho é de glorificação a Deus, de sua infinita misericórdia e amor por nós.

Oração para o muro cair

Em seguida, uma nova oração deve ser feita para pedir que Deus derrube todas as muralhas ao nosso redor. Assim, inicia-se pedindo o poder à Santíssima Trindade, o poder dado a Josué e ao povo para realizar a oração. Segue assim:

“Senhor Jesus, peço-vos que quebre as muralhas de pragas, proferidas por boca ou por contaminação, em relação a nossos antepassados e nos dias de hoje. Senhor Jesus, peço-vos que quebre todas as muralhas das maldições vindas de nossos antepassados e nos dias de hoje. Senhor Jesus, peço-vos que quebre todas as muralhas, do egoísmo, do ciúme, dos vícios. Senhor Jesus, peço-vos que quebre todas as muralhas de brigas, contendas, intrigas, desentendimentos, dissoluções de casamento, de família e de todos os tipos de desunião. Senhor Jesus, peço-vos que quebre as muralhas das dificuldades financeiras, falta de emprego, dificuldades nos negócios, dificuldades no trabalho, falta de dinheiro e outras dificuldades quais forem. Senhor Jesus, peço-vos que quebre as muralhas das doenças, sejam elas quais forem, principalmente o câncer, leucemia, depressão e AIDS, dependência do álcool, prostituição e homossexualismo. Senhor Jesus, peço-vos que quebre as muralhas dos maus pensamentos, iluminações, astúcia de satanás, sejam das origens que forem. Senhor Jesus, peço-vos que quebre toda ação de satanás, em nossa vida espiritual e faça com que sejamos totalmente renovados pelo seu Sangue. Senhor Jesus, peço-vos que quebre todo o ocultismo em nosso passado e agora, seja ele magia, sortilégio, dependência, pacto, oferendas e consagrações a entidades malignas e espirituais, sejam das origens que forem. Senhor Jesus, peço-vos que quebre as muralhas que impedem a obra de Deus em nossa vida. Senhor Jesus, entregamos nossas vidas a Ti, para que sejas glorificado e que haja um Pentecostes em nós. Acreditamos na vitória que é nossa. Amém.”

5ª Leitura

A quinta leitura, então, pode ser iniciada, proclamando o Salmo 67, nos versículos de 2 a 3, para que todos os inimigos caiam.

6ª Leitura

O Salmo 34, então, é dito para que o Senhor reprima e repreenda tudo o que ataca a sua vida, pedindo para que o anjo também lhe proteja e combata tudo o que te cerca e quer seu mal.

Oração a São Miguel Arcanjo

Uma prece ao Arcanjo Miguel deve ser feita para que proteja sua vida e defenda você contra o mal. Assim: São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate…

Oração da muralha de Jericó

Assim, deve pedir que seja quebrado e destruído todo o poder que o mal quer jogar para as intenções que você ou o grupo que está estão rezando. Segue a prece:

“Seja destruído, exterminado, neutralizado todo poder do príncipe das trevas, perseguindo, prejudicando, escravizando, dominando nossas vidas; desejando nossa ruína espiritual, material; semeando ódio, mágoa, desentendimento, orgulho, fofoca, julgamento. Seja destruído, exterminado, neutralizado todo espírito de desunião nos nossos lares, pois provocam discórdia, ódio, mágoa, desentendimento, orgulho, fofoca, julgamento. Seja também queimado, destruído, desmanchado, todo e qualquer trabalho, despacho feito, escrito ou pronunciado contra nossas vidas. Seja destruído, exterminado, neutralizado todo o nosso conhecimento anterior e atual sobre espiritismo, ocultismo, quimbanda, umbanda, mesa branca, mesa negra, rosa cruz, mens sana, seicho-no-iê, numerologia, gnose e demais superstições. Seja também queimada, exterminada, destruída e eliminada, todas as moléstias, dores no corpo, problemas mentais, físicos e espirituais, opressão, perseguição diabólica sobre nós e nossa família, inclusive a rejeição de gestação. Seja queimado, aniquilado, neutralizado todo o poder do príncipe do mundo sobre nós provocando discórdia, opressão, tristeza, depressão, angústia, solidão, pavor, desânimo, inveja, ódio, rebeldia, egoísmo, desentendimento. Agora e para todo o sempre, amém.”

 7ª Leitura

Finalmente, o cerco é fechado com a leitura do capítulo 6 de Josué por sete vezes, colocando as intenções pelas quais você reza. Feito tudo isso, o encerramento se conclui com um louvor em frente ao Sacrário.

É importante deixar novamente explícito que deve ser rezado durante os 7 dias para concordar com o Cerco de Jericó. Sabemos que tudo feito com fé, pedido sem maldade e do fundo do coração é dado por Deus se esses forem os planos d’Ele. Creia, que Ele abençoará!

O que achou da prece? Pode ser um pouco longa, mas tem muito poder se realizada por quem realmente crê!

Para conhecer mais sobre o catolicismo e ler conteúdos de fé, não deixe de nos acompanhar semanalmente.

2 thoughts on “Cerco de Jericó: conheça a oração e aprenda a rezá-la!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *